A arte de vender

A arte de vender

A venda nada mais é do que um incrível debate entre o vendedor e o potencial usuário no qual se queira convencer. Ela não é algo ruim ou função para pessoas ou setores menos favorecidos. Pelo contrário, ela comanda e determina uma nação. Está dentro das funções mais importantes que um ser humano pode fazer, voluntariamente ou involuntariamente. Pais são excelentes quando sabem vender educação para seus filhos. Professores são vendedores de ideias para seus alunos. Somos vendedores quando queremos convencer alguém a fazer ou não fazer algo. Políticos são vendedores de propostas para pedirem votos e por aí vai…Nós vivemos em uma sociedade que vende a todo momento, até mesmo para cunho pessoal quando queremos tomar uma decisão particular, a ideia de qual é a melhor escolha a se fazer e o porquê.

Atrelado a vendas temos o empreendedorismo. A criação de algo, que além de outros objetivos, se pretende vender, utilizando diferentes meios que prometem ser algo irresistível  e válido de se consumir.

Vivemos em um mundo clamando para se pensar no futuro que dê certo. Os jovens de hoje carregam uma importante missão para que se tenha a aproximação do que se considera ser utópico. Os desgastes já não se escondem mais. O empreendedorismo jovem é uma das principais alternativas para isso com a venda de novas ideias. É importante saber que podem acontecer coisas novas nos próximos anos, como aconteceram anos atrás. As empresas juniores são exemplos claros das tendências do empreendedorismo do futuro. A Titanus Soluções Sustentáveis é uma empresa que exemplifica isso. Formada por alunos de graduação ela se propõe a vender e trabalhar a arte de vender nas suas mais diversas aplicações. São empresas como a Titanus que crescem cada vez mais dentro das universidades e que mostram que o futuro vencedor é formado por vendedores.

Yuri Halegua

 
Share