Qual o seu impacto ao descartar ?

Qual o seu impacto ao descartar ?

A produção do plástico em grande escala começou em 1950, nos últimos 13 anos produzimos metade de todo o material já produzido nos últimos 70 anos. As 7,5 toneladas produzidas são suficientes para cobrir a Argentina inteira. Todo o plástico produzido ainda se encontra de alguma maneira no meio ambiente.

Todo o nosso lixo produzido ao ser descartado pode até sumir da nossa vista em um primeiro momento, mas logo voltará a nos “assombrar”. Como? Muitos lixos têm tomado rumos diferentes do que pensávamos, mas se nós produzimos aquele lixo, não deveríamos nos preocupar com o fim que damos ao mesmo? (qual aterro sanitário, se está havendo um gerenciamento correto dele…)

Pois bem, quem pode nos responder sobre isso é o meio ambiente, que já sofre impactos negativos com a degradação do plástico, ao se quebrar em pedaços menores até chegarem aos microplásticos. A vida marinha corre risco e nós também. Os plásticos ingeridos pelos peixes acabam sendo ingeridos por nós em nossas refeições e sem dúvidas com o hormônio estrogênio liberado pelo plástico nossa saúde está sendo prejudicada. Cálculos estimam que até 2050 a quantidade de plástico no oceano vai ser maior que de peixes.

Como podemos ajudar na mudança desse cenário trágico que a humanidade construiu? O primeiro passo já foi dado, agora você está informado de alguns dos problemas causados pelo indefeso pedaço de plástico. Qual o próximo passo? ATITUDE. Não precisamos radicalizar, podemos repensar nos nossos hábitos cotidianos, como? Vamos às dicas!

  • Rejeite as sacolas plásticas nas lojas, nos mercados, leve uma sacola de pano ou eco bag, ou até mesmo coloque o produto na mochila;

(Você sabia? As tartarugas estão morrendo ao confundirem as sacolas plásticas com água viva, seu alimento preferido);

  • Reduza o uso de descartáveis (copos, talheres, pratos, canudos), eles são usados por menos de 30 min e causam um enorme dano ao meio ambiente, leve um copo/garrafa, um estojo com talheres e um canudo de bambu, aço ou vidro.

Faça a sua parte, dia após dia busque alternativas que ajudem o meio ambiente a não ser a nossa lixeira, mas um lugar que merece o seu devido cuidado. Impacte positivamente, pare de descartar!

Até a próxima, Rayssa Jacob.

 
Share

Recommended Posts